Sobre o SouthZEB

Por que nos concentramos nos edifícios nZEB?

O termo Edifício de Balanço Energético quase Zero (nZEB) designa um edifício que tem um desempenho energético muito elevado. A energia necessária para satisfazer esse balanço (quase) zero ou muito baixo deve ser coberta de forma substancial por energia proveniente de fontes renováveis, incluindo a energia a partir de fontes renováveis produzida no local ou nas suas proximidades.

nZEB não é uma norma técnica, mas uma exigência política que conduz a uma maior restrição nos critérios a adoptar na construção do edificado do futuro. A sua definição e aplicação são decididas ao nível de cada Estado-Membro, havendo necessidade de uma maior orientação para um entendimento comum na implementação das definições nZEB. As definições oficiais e as normas técnicas não existem em todos os países parceiros do projeto.

A directiva Europeia relativa ao desempenho energético dos edifícios (EPDB, 2010/31 / UE), introduzida em 2002 e reformulada em 2010, é o principal instrumento legislativo para melhorar o desempenho energético dos edifícios europeus. Os principais resultados desta directiva (EPDB, 2010/31 / UE) por toda a Europa são: uma regulamentação mais rigorosa do desempenho energético para a construção e remodelações de edifícios; a implementação de sistemas de certificação e a certificação e inspecção dos sistemas de aquecimento e de ar condicionado.

Tal como é estabelecido na revisão da directiva EPDB, em 2020, todos os edifícios novos construídos na Europa devem ser nZEB, assim como, a partir de 2019, todos os novos edifícios ocupados e detidos por autoridades públicas devem ser nZEB.

Paralelamente às exigências da directiva EPDB, também a directiva relativa às energias renováveis (RED, 2009/28 / UE) estabelece requisitos relacionados com a construção de edifícios. A directiva RED estipula que, até 2014, os regulamentos e os normas de construção dos Estados Membros vão exigir uma utilização mínima de energia proveniente de fontes renováveis, quer nos edifícios novos quer nos edifícios existente que sejam sujeitos a importantes obras de renovação. Esta directiva também estipula que, a partir de 2012, os Estados Membros garantam que as construções de edifícios públicos novos ou já existentes sujeitos a importantes obras de renovação a nível nacional, regional e local demonstrem um papel exemplar no contexto da presente directiva.

 

O Projeto SouthZEB

O projeto SouthZEB decorre por 30 meses (de Março de 2014 a Agosto 2016) e visa a concepção e desenvolvimento de módulos de formação nZEB para profissionais da construção nos países do Sul da Europa.

O projeto SouthZEB é um projeto financiada pela iniciativa Inteligente Energy – Europe (IEE / 13/393 / SI2.675576), que aborda a prioridade IEE para 2013 sobre o desenvolvimento profissional contínuo.



Coordenador



Parceiros



Close It